Saturday, June 12, 2010

Copa do mundo!

(Com exclamação no título mesmo.)

Várias amigas minhas adoram futebol. Eu também. Ninguém faz a mínima idéia de como se costura. Tem gente que nem sabe fritar um ovo. Esporte é bem mais legal.

Aprender a fritar um ovo ou ver Argentina x Nigéria? Nem preciso responder!

A gente tem estado empolgada. Vamos tentar assistir a alguns jogos juntas. Complica é o horário. Este mundo malvado nos obriga a desempenhar tarefas cotidianas enjoadas, logo nos horários dos jogos! Mas o caráter de uma pessoa é forjado pelas relações que ela tem com as circunstâncias (Goethe). Como somos pessoas super legais, vamos arrumar um jeito de assistir aos jogos. Pelo menos a alguns.

Legal ter Copa na África. Agora, admito que sou uma pessoa terrível. Terrível porque digo que se não fossem os brancos, não haveria Copa na África. Peguem só um mapa. A África do Sul está na região subsaariana. Nos atlas antigos, diziam que era a "África Negra". Quero dizer, abaixo do Saara só tem negão. Errado. Tem gente de olhinho azul também. E graças a essa gente, houve um país próspero chamado África do Sul.

Dizem que os brancos são gananciosos. Meu bem, ganância não tem cor. Mas a gente precisa admitir que a cobiça foi uma vantagem para negros e brancos. Aquele país não seria tão rico se não houvesse tanta gente disposta a explorar ouro e diamante. Preto, branco, chinês, indiano... Há também exploração de pessoas? Ok. Mas vamos esclarecer uma coisa. Foram os brancos que se preocuparam com a exploração de outros brancos. Não estou falando de apartheid. Me refiro ao séc. XIX. Era época dos ingleses imperialistas malvadões, quando aboliam escravidões. Era quando missionários se preocupavam com as condições de vida das pessoas. Até hoje é assim. As ditaduras africanas teriam algo a relatar nas longas páginas de história além de sangue e sofrimento? Já que falei dos missionários, vou citar os dados a respeito das religiões dos sul-africanos. São dados da CIA:

Zion Christian 11.1%, Pentecostal/Charismatic 8.2%, Catholic 7.1%, Methodist 6.8%, Dutch Reformed 6.7%, Anglican 3.8%, Muslim 1.5%, other Christian 36%, other 2.3%, unspecified 1.4%, none 15.1% (2001 census)

Onde estão mesmo as manifestações religiosas africanas?

E o apartheid? Começou por causa dos brancos? Começou. Agora, terminou por causa dos brancos também. Pressões vindas de dentro e fora da África. Houve muito mais pressão contra o apartheid dos países brancos-ricos-ocidentais do que dos países negros-pobres-africanos! Se dependesse do Zaire (hoje Congo) e do Zimbábue...

De todos os países da África subsaariana, adivinha qual foi o que mais prosperou? Logo o dos malvados racistas. Onde houve segregações raciais. Pergunta para a dona FIFA se ela escolheria um campeonato no Zimbábue, Angola ou Madagascar. Claro que tem um ou outro que prefere aventuras. É chato afirmar essas coisas. Mas é culpa minha ou deles?.

Por sinal, que tal ver negros vestidos com palha e se sacodindo sem parar? Se você acha que viu a África do Sul autêntica (canso de ouvir até amigas minhas dizendo isso), errou. África do Sul só existe como nação graças aos brancos. São minoria? Sim. Mas minoria decisiva. Agora, o ponto não é só esse. O que acontece é que todos os negros (ou pelo menos a vasta maioria) são destribalizados. Pois é. São tão autênticos quanto os bolivianos tocadores de flauta aqui do Largo da Carioca. Isso é bom ou ruim? É mais ou menos uma escolha entre viver ao lado do rei Shaka ou assoprar vuvuzelas em Soccer City. Que o digam os índios e negros brasileiros, que desfrutam das comodidades do capitalismo malvadão branco.

É um país maravilhoso? Dizem que 1/3 das mulheres já foi violentada. De cada quatro homens, um já estuprou alguém. Não estranhe o termo "alguém". De cada dez homens, um já foi violentado. Deve ser (no mínimo) interessante cruzar esses dados com informações sobre a cor/religião/região/nível econômico de criminosos e vítimas. Deve ter em algum site. Cerca de 1/4 do povo está desempregado. Segundo o Banco Mundial, 18,2% das pessoas entre 18 e 45 anos tinham AIDS em 2007. Também segundo o Banco Mundial, a inflação era de 10,8% em 2008. Sempre desconfio da exatidão de dados. Pelo menos servem para a gente ter uma idéia.

Quando digo essas coisas, sempre algum songomongo diz: "Você está defendendo a segregação racial!" Dá vontade de dizer: "Tanto quanto acho que você é inteligente." Isso quando não me olham com cara feia. Neguinho tira azeitonas de não sei qual empada! Se você diz que as companhias de comércio européias foram (uma das) responsáveis pela geração de riquezas da África do Sul, o songomongo conclui que você é racista. Não dá vontade de botar o cara para sentar num porco-espinho?

Copa na África? Ótimo. Só não forcem muito a barra.

2 comments:

trombone com vara said...

Parabéns pela coragem em dizer a verdade. Democracia é uma invenção ocidental/branca. Quando ouço falar da "superioridade" oriental ou da "alegre simpatia" africana sinto náuseas. Ser representante da cultura ocidental/branca/pós-européia é um orgulho!

Tanja Krämer said...

Superioridade oriental. Que o digam as duas bombas atômicas que levaram na cabeça. :-)