Saturday, February 06, 2010

Calorrr

Não há como manter o humorrr (snif):

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os termômetros chegaram a marcar 40,9 graus na Praça Mauá, Zona Portuária do Rio. A temperatura recorde foi agravada pela sensação térmica — a sentida na pele — na cidade, que atingiu os 50 graus.

O mais chato é ouvir direto que a culpa é do aquecimento global. A ação humana está alterando o cosmo? Piuí! Chuta que é macumba.

O jeito é aproveitar a praia. Cedo. Talvez usar roupas mulambenta à la carioca. (Sou anti-Cardeal Siri e só uso calça comprida, morô?)

Possível leitura na praia, tomando picolé de limão/Dragão Chinês: Jacques Paul, L'Église et la culture en Occident (tomo I). Bibliografia: 50 páginas. Em estudos envolvendo a Igreja, o pessoal da P.U.F. não brinca em serviço. Chique no último.

10 comments:

L. said...

Hm, não entendo isso: quarta, fazia 41 graus na Tijuca e o jornal, alarmado, dizia que a máxima tinha sido 39,9; quinta, peguei 42 graus na Presidente Vargas, indo pro Mosteiro de S. Bento, e o jornal dizendo que a máxima fora 40.

Eu vou, sei lá, na esquina e volto com a cara ardendo. Vade retro, calor!

Evelyn Mayer de Almeida said...

Ninguém merece! O calor tá tanto que tozei a cabeleira!

bdelykleon said...

Se dizer anti-cardeal Siri (Gregório XVII, LOL) vai ganhar para você a inimizade de todos os rad-trads do universo.

Mr. Almost said...

Hi, honey!

Tô tilitando uma taça de martini estupidamente gelada,

vem pegar?

Quer arriscar?


Rsss.. Come on, joga tudo!

Mr. Almost said...

Tanja,

Ainda está na praia lendo toda essa bibliografia?

Volta logo, tem um monte de novidades: o Nicolau teve mais um filhote, o Carnaval já passou e eu tenho saudades de ti.

Vá, sai da praia, guria!

betoqueiroz said...

Olá, T.K.:
Fiquei muito interessado no calor dessa leitura (e de outras) da P.U.F.
Amitiés,
Beto.

Fernanda said...

Acho que São Pedro ficou com dó aqui do bando de paulistanos sem ginga e resolveu amenizar um pouco o martírio - já está frio há uns três dias. E por aí, ainda precisando das bermudjeeenhas de tactel (HEH)? Apareça, guria!

Tanja Krämer said...

Sine ginga et gigue. :-)

Aqui está um friozinho legal! Agora, só usaria essas bermudas se fosse uma surfista para aparecer em programas de *esportes radicais*. Cheia de gírias, né moçada? :-D Beijos!

Tanja Krämer said...

Mas ó, o livro é muito bom, viu? Acho que ninguém vai traduzi-lo. Mais fácil eu ser apresentadora de programa de jogos interativos na TV. "Alô? Quem fala? Sofrônio? De onde fala? Quantos triângulos têm nessa imagem aqui? 325? Aaaahh, que peninha, errou!"

bdelykleon said...

Tanja aparecendo de novo:
http://www.youtube.com/watch?v=OeqHvN5qGFw