Saturday, October 24, 2009

De torrente

Nós, pessoas-maravilhosas-amantes-de-filosofia-clássica-e-literatura-estrangeira-e-tudo-de-bom-gosto (de Bach a cristianismo highbrow), combatemos putinhas a breguice atmosférica. Os tradicionalistas de Internet fazem coisa parecida. (O seu coração queima pela missa dos tempos de Dom João Charuto? Só a Idade Média presta. A verdade está subtendida na doutrina perene implícita em todas as civilizações tradicionais. Tudo revelado nos manuscritos de Prestes João, grande intelectual. Não sabia? Pague uma Internte a cabo já. Está tudo na rede, 2009. Leia comendo chokito.)

Prestes João, nosso modelo de intelectual.

###

A abstração liberal exorciza os demônios. Lá no fundo, todo demônio passou num concurso público infernal. O negócio é descer o porrete austríaco nos energúmenos, como fez A. Schwarzenegger contra o Predador. (Se o negócio for na base do vale-tudo, dá até para usar o sistema comunista. Afinal, Marx era satânico-liberal e não sabia.) Sejamos reacionários. Podemos copiar o modelo da Federação de Estados da Micronésia.

###

Vamos ver de All-Star (ou não) o último filme do Q. Tarantino? Dá boas discussões sobre história. De preferência, nas comodidades do shopping. Se você preferir, podemos esperar a próxima segunda. Aí a gente desconstrói a razão usando argumentos racionais na a.k.a.demia.

###

Mas o intelectual tem que passar bem a roupa. Tem que saber dobrar também. (Lavar a louça e cozinhar pegam bem.) Como preparação para a faculdade de humanas, prova de habilidade específica do lar. No exame específico, limpar a bundinha de um neném e trocar a fralda. Você acha que THEODOR LUDWIG WIESENGRUND-ADORNO passaria?

Se o cara nem sabe lavar a roupa direito, vai lá saber os mistérios ensinados por Prestes João?

###

A cultura é uma gorda enorme. Ainda por cima, carregada de maquiagem. Olhando assim, ela é modelo para o quê/de quem? Qual o sentido de gastar a maior bufunfa para ficar assim? É melhor trabalhar como atendente de telemarketing. Boa tarde, o que o senhor deseja?

Cultura.


###

Enquanto isso, a gente vai zoando nos blogs. Isso sim é atividade séria. Sem ironia. Quero dizer, não muita. Até acho que o Nietzsche daria um bom blogueiro.

3 comments:

Nicolau said...

Maravilhoso, excelente !!!! Top 10 de posts que já li. Devidamente guardado. Muito bom mesmo, parabéns.

RENAN said...

Nietzsche não daria um bom blogueiro, uma vez que ele se comprometeu com o que advogava... Acabou louco!

Tanja Krämer said...

Brigada, Nicolau! :-)

Mas Renan, todo blogueiro que se leva a sério pode terminar assim. :-)