Thursday, August 13, 2009

Nham

A cabeça dói. O nariz entope. O olho arde. Tosse, tosse. Difícil postar. Enquanto isso:

1) Post legal do Nicolau sobre arte. Merece mais comentários. Quero escrever uns negócios a respeito;

2) Da série "tosquices blogueiras": "Eu me indigno com racismo, com a homofobia, mas é melhor eu não me pronunciar, porque eu só vejo o preconceito porque eu sou feia, gorda e mal comida." O legal é que os comentários são toscos também: "lindo post. chorei." "eu tenho que concordar com algumas partes. não é fácil ser gorda nesse mundinho pós-moderno. antigamente qualquer coisa que eu dizia, eu era a gorda, a porca. como se por ser gorda eu não pudesse discordar." Agora, o comentário-além-da-imaginação, cuja ortografia não é problema meu: "Eu sou velha, separada há anos, mal amada e estou mal de grana. Minha gata de estimação desapareceu aqui na frene de casa, mandei emails p vizinhos de condomínio, recebi um email anônimo me esculhambando de velha, mal comida, chata etc,fiquei arriada, além de me acharem tudo isto ainda me acusam de agredí-los insinuando q roubaram a gata. Se não fossem os filhos, juro q eu queria morrer."

3) Vamos voltar ao que é legal. Ó o blog da Fernanda. Escreve aí alguma coisa sobre o F. Couperin, pô! :-)

4) Vamos ficar felizes? Vivaldi, Il gardelino.

5) Opera chic e Art blog;

6) "Analogamente, uma música sensual e melosa que incite à imaginação de cenas igualmente sensuais e melosas é, e sempre será, algo de per si impróprio para a alma dos fiéis católicos, na exata medida em que se trata, na prática, de um convite aberto à dissipação e, também, a atos tão ou mais sensuais e melosos do que aqueles imaginados." O que é um ato meloso? Hm. Melhor deixar isso na categoria "questões proibidas de se perguntar";

7) Händel... pra... cacete;

8) Já estou cansada de visitar o blog do Adalberto de Queroz sem dizer nada. Pronto. Agora disse. :-)

9) Não deixa de ser divertida essa rápida troca de idéias entre o Carlos "não é parente da Tanja" Krämer e o Sergio de Biasi.

10) Nem li esse post ainda. Deve ser legal. Achei engraçada foi a semi-coincidência. É que estou para ler A posição do homem no cosmos do Max Scheler. Será que vou encontrar algo a ver mesmo? Agora, olha que engraçado. Eu estava procurando alguma coisa sobre M. Scheler. Caí no site desse tal de Orlando Fedeli. Ele resolveu criticar o filósofo. Ok. Mas de cara, já começou escrevendo o nome do filósofo errado. Outra coisa. Todas as críticas foram de segunda mão. E ele sai pontificando mesmo assim! Duvide-o-dó que ele tenha lido um só livro do Scheler. Parece que bebe, eu hein;

11) Até que foi muito, para quem está gripada. :-)

19 comments:

Fernanda said...

Nham, links, e até eu tenho um! Já tinha maquinações sobre Coupérin em mente, foi bom você lembrar. Logo escreverei. E oh, obrigada! Não sou gorda e mal-amada, mas posso dizer que o post foi lindo e chorei?

Do post do ato meloso, comento outra parte: absurdo não ter cruz, mas isso só vem do absurdo maior que é colocarem o Niemeyer pra projetar uma catedral - uma igreja, for God's sake! Aquelas redomas, as coisas de concreto branco, numa igreja! Môrro de indignação.

Melhoras da gripe!

Tanja said...

Pô. Escrevi esse negócio ontem (sábado). Publicaram numa outra data. Ô caraio.

O Niemeyer adora pinicões. Já reparou? Ele sempre dá um jeito de botar um pinico gigante nas construções. Agora, que acha da Notre-Dame du Haut? Arte ou charlatanismo? Você decide, pam pam pam: http://www.demel.net/fs-ronchamp.html

Melhorei da gripe. Valeu!

Tanja said...

*Saindo uma lagriminha do olho.

(Caraca. Lembrei de um livro. A marca de uma lágrima. Por que nos obrigavam a ler essas coisas no colégio, mon Dieu?)

Nicolau said...

Pô, Tanja, valeu pelo link - estou sem jeito e olha que isso é muito raro.

Fui lá no blog da Fernanda, que eu não conhecia. Outra menina erudita cheia de coisas interessantes para dizer. Onde andavam vocês quando eu tinha 20 anos? Brincadeira. Eu é que andava nos lugares errados (nem digo onde).

Melhoras aí, viu? Acho que uma boa dica para recuperar as energias é Teo Bikel.

Beijos

betoqueiroz said...

Melhoras!!
E obrigado pela referência ao meu blog. Eu sou assíduo aqui e no outro seu.
Fraternellement,
BetoQ.
P.S.: E eu que nem vi o comment do comment: melhorou?

Anonymous said...

Se a foto ali do lado corresponder à verdade... Pô, além de tudo vc ainda é bonita!

Tanja Krämer said...

Nicolau, e não é que por coincidência melhorei depois do T. Bikel mesmo? :-) O blog da Fernanda é muito legal. Agora, quando você tinha 20 anos, eu... Mas há quanto tempo você tinha 20 anos? (Ó como sou cruel :-P)

Oi, Beto! Melhorei sim. Mas já estou ficando preocupada. O tempo está virando mais uma vez...

Ô anônimo, que negócio é esse de "corresponder à verdade"? Que jeito ruim de elogiar, pô! E como assim "além de tudo"?

Nicolau said...

Cruel mesmo. Mas deixa eu lembrar aqui....Quando eu tinha 20 anos eu lia Max Weber e ouvia Jazz. Isso foi em 1992, se minhas contas não estiverem erradas.

Se você pensar bem, Bikel seria um ótimo nome de remédio. Ou de cerveja.


Beijos

w said...
This comment has been removed by the author.
w said...
This comment has been removed by the author.
Anonymous said...

Eu escrevi: "Se além de tudo é bonita, não lhe falta nada! Quer casar comigo?" Era uma brincadeira, obviamente, mas o tonto aqui assinou com seu perfil do blogger, em vez de usar o anonimato. Espero ter apagado o comentário antes que alguém visse --ou estou morto!

Anonymous said...

Mas você podia ter dado às minhas palavras uma interpretação mais favorável: podia ter entendido que o conjunto da sua beleza com suas outras qualidades é de tal grandeza que meus olhos se recusam a crer no que vêem, que penso estar sonhando! hehehe

Tanja said...

Você acha que eu seria boazinha demais, a ponto de não mostrar o seu perfil no blogger? http://www.blogger.com/profile/08729786350599399406

Se achou, se deu mal. :-)

Tanja said...

92, Nicolau? Foi pelo menos à Eco92 e viu o desenho do Capitão Planeta ou os hare krishnas? Ou ficou dançando lambada, aê?

Nicolau said...

É, Tanja, é. Mas dá para imaginar que eu nunca fui propriamente um militante ecológico. Nem dancei lambada (o que, num certo sentido, foi uma pena, um dia eu explico), mas também não frequentava a galera do Trash Metal....Só me arrependo de não ter sido surfista.

Satisfeita?

Beijos

Anonymous said...

racismo é crime

Anonymous said...

http://contraimpugnantes.blogspot.com/2009/09/castidade-e-teoria-psicanalitica.html

Tanja said...

Anônimo, o que tem esse post do Sidney?

Anonymous said...

Se você tinha gostado dos atos melosos, logo pensei que poderia também escrever umas palavras sobre esse post.