Thursday, February 19, 2009

Media vita in morte sumus

A Suíça tem andado na boca do zé povinho. Vou aproveitar para mostrar uma coisa legal de lá.

Existe um hino religioso que gosto muito. Ele se chama Media vita in morte sumus. É uma antífona muito antiga (acho que do séc. IX). O que isso tem a ver com a Suíça? É que foi um monge daquelas redondezas que a compôs (ou não; já vi dizerem que é uma atribuição equivocada). Foi o Beato Notker. Ele vivia em Sankt Gallen (ou São Galo). Não é lá onde fica a sede da FSSPX? Enfim. Dizem que um dia ele estava vendo uns caras construindo uma ponte sobre um abismo. Aquilo chamou a atenção dele. De repente... click! Veio a inspiração! Ele foi correndo escrever Media vita in morte sumus. Vivemos prestes a cair num abismo? Só Deus para nos salvar.

O Beato Notker foi um dos poetas mais importantes da Idade Média. O Lutero também conhecia as composições dele (até porque entraram no hinário da Igreja). Traduziu pelo menos aquele hino para o alemão. É o Mitten wir im Leben sind. Essa versão é bem mais comprida que a original. Foi musicada pelo Bach e Mendelssohn (até onde sei). Ela faz parte da coletânea Lyra Germanica.

Agora, o hino. Depois coloco as versões do Bach e do Mendelssohn. Não encontrei nada no Youtube. Só mais uma coisinha. Dia desses escrevi uma outra versão desse hino. Não é tradução.



Media vita in morte sumus
quem quærimus adiutorem,
nisi te Domine,
Qui pro peccatis nostris iuste irasceris?

Sancte Deus,
Sancte fortis,
Sancte misericors Salvator,
amaræ morti ne tradas nos.

In te speraverunt patres nostri,
speraverunt et liberasti eos.

Sancte Deus,
Sancte fortis,
Sancte misericors Salvator,
amaræ morti ne tradas nos.

Ad te clamaverunt patres nostri,
clamaverunt, et non sunt confusi.

Sancte Deus,
Sancte fortis,
Sancte misericors Salvator,
amaræ morti ne tradas nos.

Gloria Patri, et Filio, et Spiritui Sancto.

Sancte Deus, etc.

3 comments:

catchanca said...

Gostei.
Dá uma olhada nisso.
http://www.youtube.com/watch?v=UbqyIxcLwjo&feature=related

Tanja Krämer said...

Música bizarra. :-)

O tema da "dança da morte" até já me inspirou a escrever um texto faz um tempinho: http://conversasbizantinas.blogspot.com/2008/10/concerto-macabro.html

Agora, não sabia que tinham até composto música sobre o tema! Que curioso.

Frazec (vulgo Jean-Philipe Rameau) said...

Tanja,
Superlegal, seu blogspot!
Eu buscava e buscava essa letra (o hino gregoriano é lindo) e eis que a acho, oferecida por seu site superinterenssante!
Parabéns, grato! Como quem gosta, torna, tornarei!