Saturday, October 11, 2008

One hundred billion dollars



Uns meses atrás, o governo do Zimbábue emitiu uma nota de 100 bilhões de dólares para ver se dava um jeito na economia. Lógico que salvou. As girafinhas da nota estão felizes agora (os fofoqueiros disseram que elas casaram).

Achou o valor bizarro? Você não sabe de nada... A Hungria já foi bem mais punk. Em 1946, ela lançou a notona de um sextilhão de pengo (nome do antigo dinheiro de lá). Para quem gosta de ver número, é assim:

1 000 000 000 000 000 000 000

Saca só a nota dos caras (e coitada da dona que passou a vergonha de ser estampada nesse lixo):



Só serviu para dar trabalho aos garis húngaros.

Mas que mané salvar a economia do Zimbábue. O Dr. Robert Mugabe quer é salvar o mundo! Ele bolou um plano para enganar o Dr. Evil!



Será que o vilão cai nessa?

Dá-lhe, Dr. Mugabe! Depois de fazer tantas faculdades na cadeia, tinha que virar mesmo um grande humanista!

3 comments:

R. B. Canônico said...

Isso me faz lembrar a minha infância (!!!!!!!!). Naqueles tempos - não tão remotos assim - meu pai me dava uma nota de 1250 cruzeiros reais (será que era isso?) para fazer o lanche na escola. Gostava de comprar coxinhas. As balas custavam, talvez, em torno de 200 cruzeiros-reais. E como se esquecer da saudosa nota de 5000 cruzeiros reais com aquele gaúcho bigodudo? E olha que não sou nenhum tiozão mais velho hein hehehe.

Se pararmos para pensar, a presença dos centavos em nossas vidas tem uma importância gigantesca!

Tenha uma boa semana, Tanja!

Tanja Krämer said...

Obrigada, Rodolfo. Para você também!

Uma vez fui com minha mãe comprar uma TV. Acho que custava uns 700 mil dinheiros! Isso lá em 89, 90. Era fácil, fácil achar dinheiro na rua. E aquele negócio de mudarem o preço das coisas várias vezes por dia? Às vezes o produto ficava com várias etiquetas de preço!

osátiro said...

Venho renovar o apêlo de uma rede mundial na internet de apóio aos Cristãos perseguidos e assassinados na Índia, Paquistão, Iraque, Congo...
NÃO PODEMOS FICAR DE BRAÇOS CRUZADOS.
Por favor. consulte o meu blog.
Obrigado.