Friday, April 04, 2008

Alemanha-Brasil (III)

N. M. de Almeida:

Indo a visitar um amigo, encontrei-o a conversar com um senhor, de forte sotaque estrangeiro, que explicava as razões de certa modificação na planta de um prédio por construir; como, no decorrer da troca de idéias, tivesse por duas vezes proferido sentenças latinas, perguntei-lhe se havia feito algum curso especial de latim.

- Curso especial de latim? Não fiz, senhor.
- Mas o senhor esteve em algum seminário?
- Não, senhor; sou engenheiro.
- Percebo que o senhor é engenheiro; mas onde estudou latim?
- Na Áustria.
- Quantos anos?
- Sete anos.
- Sete anos?! Todo o engenheiro austríaco tem sete anos de latim?
- Sim, senhor; quem se destina a estudos superiores na Áustria estuda sete anos o latim.

Pois bem, relatando a um alemão esse fato, mostrou-se admirado com não saber eu que na Alemanha se estuda nove anos de latim e não somente sete. (Gramática latina, Prefácio.)

No comments: