Tuesday, October 02, 2007

Disparatadas

Pensei que no fundo cada um fosse só. Como? Você veio ao mundo através de alguém. De duas pessoas. Mas você quer viver solitário. Verdade? Mas se Deus é Trindade, por que você busca solidão?

Deus não vive só. Nem você nasceu sozinho.

***

Lembro até hoje muito bem de uma esquisitice que conversei uma vez com um amigo.

Eu:"Você já parou para pensar no que significa existir Deus? Em alguém que é tão imenso que faz com que a gente em comparação seja quase nada? Para ser honesta com você, às vezes me dá calafrios até chamá-Lo pelo nome."

Ele riu. Perguntou o motivo.

"Já teve a experiência de observar algo imenso? Como o mar? Quando percebo a imensidade dele, eu me sinto esmagada. Me dá medo. A mesma coisa a lua. Me dá vontade de me esconder debaixo da cama quando de repente me dou conta de como ela é imensa, antiga... Pior se descobrisse que ela tem uma vontade, pensa!"

Acho que às vezes a gente se esquece um pouquinho que Deus dá medo também...

***

Muita gente não entende que só dessacralizando a natureza é possível fazer ciência. Quando alguém diz que o cristianismo não é compatível com a religião, esquece que foi graças a ele que a crença num mundo dessacralizado se disseminou. Como também a crença de que tudo na natureza tem uma origem divina acabou. (Um exemplo. Ninguém mais acha que trovões são obras de um deus.)

Antes do cristianismo havia ciência? Havia. Mas era praticada por gente que tinha uma opinião ou atitude religiosa diferente da comum. Eram quase sempre mal vistos. Por isso viviam somente entre si.

Graças ao cristianismo, acabou a confusão entre um mago e um cientista. Como confundir os dois? Se o mundo não tinha mais um poder mágico a ser manipulado, não havia mais a necessidade de um mago.

É por isso que em todas as épocas em que a natureza é divinizada direta ou indiretamente, florescem os ocultismos da vida.

***

Tenho percebido que se dois brasileiros se juntam para conversar sobre o Brasil, a conversa sempre vai ser uma mistura de risos e choradeiras.

***

Li por aí que os animais devem ter direitos. Olha, eu adoro bichinhos. Mas se eles tiverem direitos, quais seriam seus deveres? Vão pagar imposto também ou serão a classe mais privilegiada que já existiu no mundo?

Vão ter que mudar o significado da frase "ele foi tratado como um cachorro".

***

(Acho que do Diógenes Laércio. Estou citando de cabeça.)

O lacaio apresentava a Aristipo todo o esplendor da casa de seu amo. Foi quando então Aristipo lhe deu uma escarrada no rosto. Perplexo e indignado, o lacaio lhe perguntou por que fizera aquilo.

- Desculpe-me, mas é que tudo nesta residência é tão esplêndido que o único lugar onde eu poderia escarrar sem maculá-la era em teu rosto - respondeu Aristipo.

No comments: