Thursday, August 30, 2007

Parágrafos desconexos

Os antigos tinham Diógenes Laércio e Plutarco. A gente tem Caras.

O ideal é que a nossa vida seja delimitada como um círculo. Nossa razão de existir é o centro da circunferência. As nossas atividades são os raios. Nossa obra máxima é o diâmetro.

O maior desafio é limitar a necessidade.

Estamos quase sempre aquém ou além da gente mesmo. Sempre falta a nossa medida verdadeira.

Eu ser a melhor possível é o mesmo que eu ser a melhor que deu para o gasto?

Todas as nossas energias atuais servem para que não façamos nada com bastante vigor.

Pareço sentimental? A loucura, você sabe, é metódica.

1 comment:

safiri said...

mas absoluta conexão de sentidos.
hahahah, adorei a maneira como se expressou.