Wednesday, August 29, 2007

A Criação

Como é complicado descrever uma coisa bonita!

Um dia aí fiquei pasma. Estava no ponto de ônibus. E vi uma paisagem tão linda que fiquei hipnotizada. Só que era ao mesmo tempo bizarro. Na verdade, a paisagem não era assim. Ela estava assim. Foi um golpe de momento! De repente tudo tomou uma configuração fantástica e que podia sumir. E eu ali. Fiquei pensando. Pensei depois que era melhor parar de pensar. Eu tinha que olhar aquilo enquanto havia tempo. Tudo ia sumir num instante! Eu tinha muito pouco tempo e tinha que reproduzir em mim o que via.

Não sei se eu que sou louca ou se toda a beleza teima em ser circunstancial. "A" beleza pelo menos eu nunca vi. Vejo várias coisas bonitas. Foi-se a coisa, foi-se a beleza.

Toda carne é como a erva, e toda a sua glória como a flor da erva; secou-se a erva, e caiu sua flor

Por que tudo é desse jeito? Você tenta pegar mas sempre foge.

Eu estava esperando o ônibus e esperando que ele não aparecesse. Ele não podia dar uma de estraga-prazeres. Ele demora sempre. Por que naquela hora iria surgir do nada? Capricho? Não vinha. Ótimo. Pude olhar mais um pouquinho. Aquele momentinho seria meu para sempre!

E foi e é. O tempo passou. Lembro tudinho. Faz parte de mim. É eterno. Existem coisas que são para sempre mas que a gente capta num momento! É o mundo da Criação. Deus disse e tudo foi feito. Ainda hoje a Palavra ecoa. Porque

a Palavra do Senhor permanece eternamente.

Fiquei e fico muito feliz pelo privilégio. Não me importa mais como descrever aquilo. Importa é que eu ouço seu eco. Isso me vivifica.

***

Hm, dá uma vergonhazinha dizer essas coisas em público.

No comments: